Inquisição por terras de Lamego: uma realidade desconhecida

Património Cultural
Data: terça, 17 de dezembro de 2019 09:15

Local: Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego

Quando a Inquisição Portuguesa, também conhecida como Tribunal do Santo Ofício, se instalou em Portugal em 1536, criou-se uma instituição que atravessou três centúrias, exercendo influência sobre toda a vida religiosa, política, económica e social, nada lhe passando inobservado, perseguindo, julgando e punindo pessoas acusadas de cometer crimes considerados heréticos, sendo as práticas judaizantes dos chamados Cristãos-Novos a heresia mais frequentemente perseguida pelo tribunal.
 
E em Lamego? Por que razão se negou, durante tanto tempo, a existência do Tribunal de Inquisição em terras lamecenses? Manuela Vaquero desmistifica tal facto histórico, recorrendo ao Livro de Denúncias da Inquisição de Lamego, à guarda da Torre do Tombo, que deu origem à sua tese de doutoramento, e que se revela muito importante para o estudo e compreensão da sociedade lamecense de Quinhentos. A não perder!.

 

Esta sessão repete às 10h15, no mesmo local.

 

manuela vaqueroMaria Manuela de Sousa Vaquero Freitas Ferreira nasceu em Lamego, Professora do Ensino Básico, obteve o grau de Mestre na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, 2005. Doutorada em Cultura Portuguesa pela mesma Universidade, com a tese “O Tribunal da Inquisição de Lamego”, 2012.

Enquanto docente exerceu cargos directivos, pedagógicos, desenvolveu e coordenou inúmeros projectos, participando em variadíssimas acções de carácter cultural. Prefaciou diversas obras e tem apresentado múltiplas comunicações em conferências sobre temas ligados à Língua e Cultura Portuguesa.

Publicou o livro “Fausto Guedes Teixeira – O Meu Livro – Uma Leitura”, 2008; “O Tribunal da Inquisição de Lamego”, 2018. É co-autora de diversas obras das quais se salienta: “Lamego da História à Ficção”, 1996; “Lamego no Virar do Milénio”, 1999; “Vozes do Douro” (Antologia de Textos Durieneses – Tomo I e II), 2003, 2004; “Padre José Lourenço – Um Homem de Cultura”, 2010; “Leituras”, 2012; Atas das 1as Conferências do Museu de Lamego/CITCE “História e Património no/do Douro – Investigação e Desenvolvimento”, 2013; Atas do XIX Encontro Internacional de Reflexão e Investigação – UTAD, 2015; “Por Terras de Lamego”, 2017.

Foi colaboradora voluntária no Museu de Lamego, onde integrou a equipa de Inventário e Investigação, participando na elaboração de exposições temporárias, tendo diversos textos publicados em catálogos, on-line e impressos: “Caminhos de Ferro e da Prata – Linhas do Douro e do Minho”, 2013; “Viagem ao Oriente no Século XIX”, 2014: “Memórias de Timor em Lamego”, 2015; Revista Inventa Museu, 2015, 2016, 2017.

Actualmente faz investigação na Biblioteca Municipal de Lamego.

 

 

Telefone
254614013
Email
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Mapa


 

Todas as datas


  • terça, 17 de dezembro de 2019 09:15

Criado em iCagenda

Contactos e Horário

Biblioteca Pública Municipal de Lamego

Rua de Almacave nº 9, 5100-108 Lamego

Horário: 09h00 - 12h30 e 14h00 - 17h30

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Telef.: 254 614 013

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.