Dia Internacional do Livro Infantil 2021 No dia 2 de abril, comemora-se em todo o mundo...
Biblioteca Municipal de Lamego reabre ao público No âmbito do Plano de Desconfinamento faseado...
LER – Leitura e Escrita: Recursos PNL 2027 - Projeto Ler (consultar...
ESTÓRIAS [im]PROVÁVEIS - II CONCURSO DE ESCRITA CRIATIVA ESTÓRIAS [im]PROVÁVEIS é um concurso de...
Lamego, Cidade Poema FESTIVAL LITERÁRIO EM LIVESTREAM “Amar ou...
Encerramento ao público de novos espaços municipais   Em cumprimento das recomendações...

Semana em Lamego apela a "Ler sempre. Ler em qualquer lugar."

2021 RBL SemanaLeitura RedesSociais FormatoQuadrado site

"Ler sempre. Ler em qualquer lugar." é o lema escolhido para a edição deste ano da “Semana da Leitura”, a grande festa à volta dos livros que decorre na cidade de Lamego, que visa estimular os hábitos de leitura junto dos jovens.

O evento percorre as bibliotecas do concelho, de 19 a 23 de abril, com o objetivo de promover “a criatividade e a originalidade na exploração da palavra como testemunho da diversidade cultural, social, histórica e estética”. A maioria das atividades decorrerá em formato online, no contexto da atual pandemia.

Promovida pela Rede de Bibliotecas de Lamego, com o apoio da Câmara Municipal, a “Semana da Leitura” desafia as escolas e as bibliotecas a fomentar o gosto pela leitura. No conjunto de iniciativas a desenvolver, será promovido o trabalho colaborativo numa transversalidade curricular, articulando saberes, experiências e cidadania e, sobretudo, estimulando a imaginação e a criatividade. As bibliotecas e os espaços públicos vão transformar-se "em espaços de verdadeira festa, redescobrindo a leitura por prazer e para aprender, com atividades dedicadas a escritores, contadores de histórias, alunos, professores, pais e encarregados de educação, workshops criativos, dramatizações, conferências, música… trazendo a Lamego grandes momentos culturais".  

PROGRAMA

19 a 23 de abril
Ler sempre. Ler em qualquer lugar.

19 ABRIL | SEGUNDA-FEIRA

Almoçar com… Luís Sepúlveda (Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego)
PADLET – O livro da minha vida (Participar AQUI)
11h00 | À conversa com… Bernardo Pires de Lima (videoconferência link: meet.google.com/kxq-uprq-sqy)
14h00 | Encontro com o escritor António Martins (Escola Básica nº 1 de Lamego)
14h00 | Clube de leituras divertidas (Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego)
21h00 | À conversa com… Richard Zimler (videoconferência link: meet.google.com/kxq-uprq-sqy)

20 ABRIL | TERÇA-FEIRA
Leituras Partilhadas (Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego)
Sonetos de sala em sala (Agrupamento de Escolas da Sé - Lamego)
Teatro online “Os músicos da aldeia” (Youtube do Teatro Ribeiro Conceição)
14h00| Encontro com o escritor António Martins (Escola Básica de Penude)
17h05| Mulheres e representações da mulher na Literatura Contemporânea
Prof.ª Dr.ª Adriana Bebiano – Faculdade de Letras da U. de Coimbra
videoconferência link: meet.google.com/kxq-uprq-sqy
18h30| Webinar - Conversas (Im)prováveis no Museu de Lamego
Maria do Rosário Pedreira, Tiago Salazar e Alexandre Hoffmann Castela
Via zoom e Facebook do Museu de Lamego

21 ABRIL | QUARTA-FEIRA
Tributo a Fausto Guedes Teixeira (Youtube do Teatro Ribeiro Conceição)
Partilhas de Leituras (Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego)
Sonetos de sala em sala (Agrupamento de Escolas da Sé - Lamego)

22 ABRIL | QUINTA-FEIRA
Leituras Partilhadas (Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego)
Sonetos de sala em sala (Agrupamento de Escolas da Sé - Lamego)
14h00| Clube de Teatro – Auto da Barca do Inferno (Agrupamento de Escolas Latino Coelho, Lamego)
14h00| Encontro com o escritor António Martins (Escopal - Escola Profissional de Lamego)
21h00| Prof. Dr. Ludwig Kripphal – O intelecto pode ter dono?
Dep. de Informática da FCT- U. Nova de Lisboa videoconferência link: meet.google.com/kxq-uprq-sqy)

23 ABRIL | SEXTA-FEIRA
11h00 | Prof. Dr. António Feijó – Poeta O cânone. Pró-reitor da Universidade de Lisboa
Videoconferência link: meet.google.com/kxq-uprq-sqy
13h45 | Conversa sobre livros: a leitura como jogo e exercício de hospitalidade
Prof. Dr. João Maria André – Faculdade de Letras da U. de Coimbra.
Conferência (Escola da Sé - Auditório)
14h00| Encontro com o escritor António Martins (Escola Básica de Cambres)
15h00| Conversa a 2 com Afonso Cruz. Moderação Tito Couto - (Biblioteca Pública Municipal de Lamego)
Online: youtube e Facebook do Município de Lamego
18h00| Recriação Histórica – Vida e obra de Fausto Guedes Teixeira
Filandorra - Teatro do Nordeste (Museu de Lamego - entrada grátis e limitada até lotação da sala)
21h00 |Descobrir Lamego com Fausto Guedes Teixeira
Fadista Teresa Tapadas e o Tenor Carlos Guilherme
(Teatro Ribeiro Conceição - Entrada livre limitada até lotação da sala)

13.04.2021 - Gabinete de Comunicação CML

Biblioteca de Lamego ao serviço da Comunidade – Recursos Online

História da Biblioteca Pública Municipal de Lamego

Apontamentos para a História da Biblioteca de Lamego

A história das Bibliotecas cruza-se com o caminho da própria Humanidade. Embora a sua génese remonte às Antigas Civilizações (Babilónia, Grécia e Roma Antiga, Pérgamo ou Alexandria), caminhando de braço dado com a descoberta da escrita, será com o advento da Idade Média que se desenvolve o culto dos livros, em conventos e mosteiros, vindo a originar as primeiras grandes bibliotecas do nosso percurso histórico-cultural. Entre nós, será no século XVIII que as Bibliotecas Públicas começam a dar os primeiros passos, sob a égide dos ideais iluministas e liberais[1], então alimentadas com a extinção das ordens religiosas, acentuando-se, na segunda metade do século XIX, a sua criação e expansão, sendo legalmente instituídas em 1852, por iniciativa das câmaras municipais[2]. Com postura humanista e filantrópica, típica de uma burguesia liberal, as bibliotecas passam, assim, a ser vistas como a possibilidade das classes populares se afirmarem e acederem à cultura das classes privilegiadas, acedendo a um direito que, até à época, lhes era vedado, porque pertença de uma elite dominante[3].

E se a primeira metade do século XX confere às Bibliotecas Populares uma função essencial de “leitura pública e cultura geral popular”, durante a segunda metade, são as bibliotecas itinerantes e fixas da Fundação Calouste Gulbenkian que asseguram o serviço de leitura pública em Portugal, contra o silêncio do Estado Novo, tendo na década de 80 arrancado a rede de Bibliotecas Públicas com a construção de novas bibliotecas em praticamente todos os municípios deste país, prometendo um novo paradigma no acesso ao Conhecimento, à Informação, ao Lazer e à Cultura[4].

[Ler mais... Descarregar artigo em pdf]

[1] Cf. Alvará Régio de 29 de fevereiro de 1796. Este alvará ficará ligado ao desenvolvimento do conceito de Biblioteca Pública em Portugal, na medida em que abriu caminho à criação da Real Biblioteca Pública da Corte, que mais tarde viria a dar origem à atual Biblioteca Nacional.

[2] Ernesto Palma, A orientação da leitura. Lisboa: Sociedade de Expansão Cultural, 1966, p.79.

[3] Veja-se Maria Beatriz Marques, A satisfação do cliente de Serviços de Informação, 2012, p. 66.

[4] Zélia Parreira, O lugar das bibliotecas. Comunicação apresentada no Colóquio Internacional: O lugar da Cultura. Lisboa, Centro Cultural de Belém, 17 de abril de 2015.

    page 1

cit 2

Contactos e Horário

Biblioteca Pública Municipal de Lamego

Rua de Almacave nº 9, 5100-108 Lamego

Horário: 09h00 - 12h30 e 14h00 - 17h30

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Telef.: 254 614 013

Newsletter

Usamos próprios e cookies de terceiros para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar considera aceitar a nossa política de cookies.